domingo, 2 de novembro de 2014

Abóboras de Halloween

Olá!!

Pouco mais de três meses sem postar, estou de volta com muitos posts prontos na minha cabeça e muitas histórias e novidades pra contar.

Pois é, o verão se foi! Triste! Frio já dando as caras e com ele vem a paisagem linda do outono. Acho que é a estação mais bonita do ano. Não me canso de admirar as árvores com a folhagem amarela, laranja, algumas vezes vermelha...

E antes que passe muito da data e eu desista de postar, queria mostrar pra vocês uma atividade muito bacana que fizemos com amigos, que foi fazer as abóboras de Halloween, ou Pumpkin Carving.

Fomos na casa de uns amigos queridos onde rolou uma festinha toda decorada no estilo Halloween, onde alguns convidados foram fantasiados e outros não e nós somos da turma dos sem graça e sem fantasia. Teve pizza, refrigerante, suco e cerveja e muitos doces, claro.

Basicamente cada um levou uma abóbora (comprei a minha no mercado mesmo, eita troço pesado!) inteirinha e fez tudo lá. Alguns levaram ferramentas para esculpir as abóboras, que foram divididas entre todos.

Comprei ferramentas também e com elas veio junto uma revistinha com alguns moldes/gráficos para esculpir. Alguém adivinha o que foi que eu escolhi fazer?

Os passos para esculpir em uma abóbora são:

1. Cortar o tampo, tirar a polpa e sementes que saírem com ele e guardar o tampo.
2. Retirar toda a polpa e as sementes da abóbora.
3. Escolher o desenho e marcá-lo na abóbora, com furinhos
4. Com uma faquinha, cortar as marcações e retirar as partes que devem ser retiradas.
5. Limpar a abóbora, colocar uma vela dentro, acender e fechá-la com o tampo.
CUIDADO para não colocar fogo na casa, por favor!

O kit de ferramentas e a revistinha

Escolhi um gatinho =)

O contorno do desenho marcado na abóbora

Eu e marido concentrados

Muitos gatinhos pretos pra dar sorte S2

Todas as abóboras

A do Yoda foi eleita a mais legal =)

Nossas abóboras no escuro, com a vela acesa dentro.

Definitivamente foi uma noite muito gostosa, uma das mais divertidas que passamos por aqui e nos próximos anos eu vou querer muito fazer outras abóboras. As sementes das abóboras foram assadas e pudemos saboreá-las ao final da festa.

Beijos!

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Hoje é dia de festa

Dia de festa por aqui!!! Duplamente!

É aniversário do meu irmão. Como sei que ele não entra aqui no blog, então já mandei meu parabéns por Whatsapp e Facebook...

O outro motivo de festa é que ligaram as secadoras de roupa do prédio, finalmente! Desde 18 de maio de 2013 todas as secadoras estavam desligadas por conta de um incidente que teve, quando os bombeiros chegaram no prédio viram que tinha mais secadoras do que deveria por andar. Coisas de instalação mesmo, o prédio não suportava aquilo tudo.

Foi aí que a novela começou e hoje, 1 ano e 2 meses depois, parece que acabou. Acabei de lavar roupas e toalhas e colocar na secadora e espero que realmente tudo tenha sido resolvido.

Para relembrar do post que contei que eu não passo mais roupa e que as secadoras estavam desligadas, clique aqui.

De lá para cá foram muitas aventuras e eu continuei mesmo não passando roupa. Durante o inverno, levávamos a roupa em uma lavanderia fora, onde nós mesmo colocávamos na lavadora e secadora e ficávamos lá esperando terminar, dobrávamos e vínhamos para casa. Igual de filme e seriado mesmo.

Foi difícil porque teve muita neve esse ano e tínhamos que colocar as roupas sujas em malas, ir de carro, estacionar perto da lavanderia, passar por cima de toda a neve, esperar lavar e secar, dobrar, colocar na mala de novo e voltar pra casa. Isso tomava umas 3 horas do nosso dia e por isso íamos a cada 2 semanas.

Quando voltou o calor, compramos duas araras e voltamos a lavar no prédio, pendurar direto no cabide e deixar nas araras até o dia seguinte, quando secas, para dobrar e guardar. Mega trabalho também!

Mas agora parece que a novela acabou e eu estou querendo dar uma festa aqui de tanta alegria!

Bom fim de semana.

Beijos

domingo, 13 de julho de 2014

Bolo de chocolate sem farinha

Essa receita eu encontrei meio que na correria/sorte. Queria fazer um bolinho de aniversário para o meu marido e ele me pediu que fizesse um bolo que não me fizesse passar mal depois (ou seja, sem glúten). Busquei então receitas em inglês e quando li essa receita, sabia que ela seria perfeita.

O bolo ficou tão bom que eu tive que fazer para o meu aniversário (17 dias depois do do meu marido). Levei para o trabalho e todos adoraram. O único desafio é que precisa ter um BOM liquidificador ou processador de alimentos. Eu fiz o bolo todo no meu liquidificador, a primeira parte com a lâmina e a segunda com o acessório para massa.

A receita original em inglês está no Gluten-free Goddess.



Bolo de chocolate sem farinha

450mg de chocolate amargo (usei 60% cacau)
230ml de açúcar mascavo
120ml de açúcar comum
12 colheres de sopa de café coado forte e bem quente (pode ser substituído por água)
16 colheres de sopa de manteiga em temperatura ambiente
2 colheres de sopa de cacau em pó não adoçado
8 ovos grandes em temperatura ambiente
1 colher de sopa de extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno a 180ºC/350ºF e unte uma forma de fundo falso com manteiga. Quebre ou corte o chocolate em pedaços na tigela do liquidificador ou processador de alimentos. Vá pulsando o processador até que o chocolate fique em pedaços pequenos. Adicione o açúcar e continue pulsando até que vire uma farinha grossa.

Coloque o café ou água bem quente e vá pulsando o processador até que a mistura fique homogênea e o chocolate esteja todo derretido. Adicione a manteiga e o cacau em pó e pulse até incorporados. Adicione os ovos e a baunilha e bata até ficar uma massa homogênea. Ela vai parecer líquida demais, mas é assi mesmo.

Despeje a massa na forma e asse a 180ºC/350ºF até furar o bolo com o palito de dente e ele sair seco. Leva entre 55 e 65 minutos. Dependendo do forno e da forma, pode levar mais tempo ainda.

Retire o bolo do forno e espere esfriar. Ele vai murchar um pouco, isso é normal. A receita diz para esperar pelo menos 3 horas para comer, mas aqui em casa faltou paciência, comemos logo, e ficou delicioso! Sirva a seu gosto.

Eu fiz uma coberturinha de chocolate (creme de leite fresco fervido e chocolate amargo).

Vale a pena, o bolo fica delicioso, macio e molhadinho!

sábado, 28 de junho de 2014

Finalmente chegou o verão!

Olá! Alguém ainda vem aqui? =)

Passei um tempo sumida por pura falta de tempo, mas por bons motivos.

Muitas coisas da faculdade para fazer, trabalho, casa, academia e corridas. Pois é, nunca estive tão ativa em termos de atividade física e me sinto super bem assim.

Mas continuo por aqui, seguindo blogueiros queridos pelo Instagram e Facebook, agora parece que terei um pouco de tempo para postar. Veremos!

E se eu demorar para aparecer de novo, é porque estou por aí curtindo o verão que finalmente chegou semana passada, depois de um longo e frio inverno. Lembra daquele post O dia mais frio da minha vida - até agora? Pois é, eu era feliz e não sabia!

Nevou muito nesse inverno! Neve de 2 a 3 vezes na semana e fez tanto frio que a neve não derretia. Caía neve nova em cima da neve velha e aquilo formava uma camada de gelo duro e super escorregadio. Eu caí na rua 3 vezes a caminho do trabalho, uma delas quando estava terminando de atravessar a rua. Imagina que perigo!

E quanto à temperatura, a mais baixa que eu vi no termômetro foi -17ºC (em Port Chester, NY, onde moro), mas com certeza fez um pouco menos que isso. O vento? Cortante! Daqueles que tira o fôlego. Ou seja, a sensação térmica era muito mais baixa, mas sobrevivemos. A primavera também foi fria e com neve no começo, mas pouco a pouco os passarinhos começaram a cantar, a neve a derreter, as flores a brotar e o friozão foi embora.

Agora é só alegria! Verão! Finalmente! Meu coração pula de alegria dentro do meu peito! Corridas no parque, na praia, marido jogando muito vôlei, picnic, vestidos, sorvete, muito Sol... Já peguei até um bronzeado!

A parte ruim do verão aqui é o ar condicionado bombando dentro de qualquer estabelecimento, trem e metrô, então eu tenho que carregar blusa todos os dias para onde quer que eu vá. Fazer o quê, né?

Beijos

quinta-feira, 8 de maio de 2014

10 fatos sobre mim

Estou participando de um amigo secreto entre blogueiros e faltou contar um pouco sobre mim, por isso esse post. Os leitores que não me conhecem também poderão me conhecer um pouco melhor.

10 fatos sobre mim


1. Eu sou uma pessoa movida a paixões. Sou apaixonada por tudo o que eu faço e dou o meu máximo. Se eu desistir de algo ou alguém, provavelmente será pra sempre.

2. Não tenho uma cor predileta. Amo todas as cores (só coisas pink - aquele rosa muito forte - que não gosto muito, mas outros tons de rosa eu gosto, rosa bebê eu adoro).

3. Amo todos os animais, mas sou louca por gatos. Felinos no geral, mas sempre tive gatos e acho que eles são os animais mais fascinantes, amorosos e engraçados do universo. Tenho muitos itens de gato (enfeites, pelúcias, etc) e vivo assistindo (e compartilhando) vídeos e fotos de gato.

4. Gosto de trabalhos com linhas e agulhas. Quando criança, aprendi crochê, tricô e ponto cruz. O ponto cruz é o que eu faço de melhor. Basicamente no tricô só sei fazer cachecóis e no crochê, toalhinhas.

5. AMO dançar! Pratiquei dança de salão por dois anos em São Paulo. Quando pequenininha ficava imitando a coreografia das bailarinas do Faustão na frente da TV e sabia todas as coreografias de Sandy e Jr, Xuxa e afins. 

6. Nasci e fui criada em São Paulo. Já morei no México e atualmente moro em Port Chester, na região metropolitana de New York.

7. Quando adolescente e até perto dos 20 anos, não gostava muito de cozinhar. Achava chato demais. Desde que me mudei para o México cozinho praticamente todos os dias. Hoje eu amo cozinhar! Adoro buscar e fazer receitas novas. Prefiro comprar coisas para a cozinha do que roupas, sapatos e maquiagem.

8. Jogo videogame com meu marido especialmente jogos do Super Mario Bros. Temos o WiiU, Xbox360, Nintendo 3DS, Nintendo DS e Gameboy.

9. Tenho muitos ursos de pelúcia, que "coleciono" desde quando nasci. Infelizmente vários devem ter ido para o lixo ao longo da minha vida. Gosto de encontrar animais pouco comuns de pelúcia. Bons exemplos que eu tenho são um grilo, um pelicano e um porquinho da Índia de pelúcia.

10. Quase não assisto televisão, culpa da vida corrida por aqui. Acompanho filmes de super heróis com o marido. Também somos fãs dos seriados The Walking Dead, The Big Bang Theory, Two and a Half Men e Supernatural. Nerdices à parte, adoro um filme que me faça chorar (coisa que não é difícil, sou bem chorona).

Espero que tenham aprendido algo sobre mim. =)

Beijos

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Produtos sem glúten no Brasil

Desde quando comecei a buscar produtos sem glúten percebi que por aqui há muitas opções saborosas e saudáveis.

A novidade para quem mora no Brasil e tem doença celíaca ou sensibilidade ao glúten é que tem produto bom chegando por aí!

Hoje vou falar particulamente para quem mora em São Paulo, mas espero voltar em breve com notícias para outras cidades.

Já é possível encontrar produtos sem glúten da marca Bob's Red Mill na Casa Santa Luzia e no Quitanda. Os produtos são a farinha sem glúten, o muesli sem glúten e a aveia sem glúten.

O muesli eu amo, consumo diariamente com iogurte ou cereal. A farinha sem glúten já usei algumas vezes também, por exemplo no nhoque sem glúten e no bolo de chocolate sem glúten.




Se alguém provar, me conta o que achou!!

Beijos

sábado, 26 de abril de 2014

Preparação na cozinha e marmitas

Desde janeiro deste ano comecei a fazer marmita para levarmos para o trabalho. Era a forma mais fácil, rápida e eficaz de economizar dinheiro. Pois é! E no caso da marmita, especialmente estando nós dois trabalhando, preparação é a palavra chave! E nada de preconceito com marmita, por aqui é muito comum e boa parte das pessoas leva marmita para o trabalho.

É essencial conhecer os gostos da família antes de qualquer coisa. Eu geralmente me programo para ter uma mistura (legume) diferente cada dia da semana. Abobrinha, vagem, brócoli, couve flor, berinjela, quiabo, espinafre, cenoura, o que não falta é opção.

Compro carne, frango e/ou peixe no açougue/peixaria ou supermercado em uma quantidade suficiente para uma semana. Ao chegar em casa, divido porções para 2 pessoas em potes, tempero (nem sempre) e congelo. No dia anterior, abro o congelador, escolho a carne e coloco na geladeira, assim descongela mais devagar. Quando esqueço, procuro tirar o pote do congelador no mesmo dia pela manhã, deixo na pia, tampado mesmo. Mesmo esquema para a sopa.

De noite, quando chego do trabalho, esquento minha super sopa para jantar e já vou preparando o que eu vou fazer para a marmita.

Arroz geralmente já deixo pronto desde domingo. Como não fico requentando, ele fica gostoso até sexta. Tempero eu já deixo pronto em um pote de vidro. É simples, trituro o alho e a cebola em um processador, coloco em um pote de vidro com azeite e pronto! Dura duas semanas pelo menos e não preciso ficar descascando alho e cebola todos os dias e nada de temperos prontos que são verdadeiras bombas de sódio e químicos.

Então cada dia preparo legumes diferentes e dou uma grelhadinha na carne. Não gasto mais de 30 minutos preparando as marmitas. Tenho feito papelote de legumes como a Mina ensina nesse post aqui.

Comidinha fresquinha e gostosa todos os dias, em casa e no trabalho, nutritiva, sem industrializados, feita com amor, saudável para o corpo e para o bolso a curto, médio e longo prazo! E teve gente que andou emagrecendo por aqui...

Beijos e bom fim de semana!